terça-feira, 31 de maio de 2016

Assentados encaminharão abaixo assinado para o ministério publico contra a má administração de Junior Benevides

 
   Hoje o Vereador e pré candidato a prefeito Thiago Cavalcante, Nenen de Sergio e Nicolau esteveram reunidos com os assentados de Morada do Sol, Planalto, Vassouras, Ligação e Cavaco ouvindo sobre a falta de água e de compromisso da prefeitura municipal  de Carnaubais em atender suas necessidades básicas.




   Foi feito um abaixo assinado mobilizado pelo sindicato dos agricultores de carnaubais junto com outras associações, esse abaixo assinado será entregue ao ministério público.

Luciano Moura (PV) participou hoje de entrevista na rádio 89.9


      Hoje (31) o pré-candidato a vereador Luciano Moura pelo PV foi entrevistado no programa Café com Notícia, da Rádio 89.9. 
      Na entrevista o pré candidato falou sobre a conjuntura política de Carnaubais-RN, explicando o motivo do rompimento com o governo em carnaubais, "é um prefeito sem palavra", disse Luciano em relação ao prefeito Júnior Benevides. 
       Na oportunidade discutiu também a conjuntura nacional. Falou sobre a disputa para deputado estadual e sobre o apoio à pre-candidatura à prefeito de Thiago Cavalcante (PCdoB), atual Vereador na cidade. Luciano Moura, falou também sobre os acontecimentos de sexta (27/05), a inauguração da sede do PCdoB com as boas vindas ao partido aliado da oposição, o PV presidido por sua pessoa. 


segunda-feira, 30 de maio de 2016

FORASTEIRO SEM IDENTIDADE POLÍTICA E PARTIDÁRIA COM CARNAUBAIS!

            
 
Ponto de interrogação do fundo do vetor

          Dinarte que é mais conhecido em Carnaubais como FORASTEIRO sempre vem trocando de identidade a cada campanha mudando a cor partidária, no ano de 2012, utilizou a cor Verde, devido o apoio de Dr. Zenildo Batista (PMDB), sofrendo uma grande derrota nas urnas, em 2015 na eleição suplementar mudou de cor usando o Amarelo devido ao vereador Keide Soares (PSD), na atualidade surgem a seguinte pergunta: QUAL SERÁ A COR DO FORASTEIRO SEM IDENTIDADE ESSE ANO?     

Lava Jato: 'indícios bastante seguros' contra Henrique Alves

Foto: Magno Marques (2015)

           Consumada a demissão de Romero Jucá (PMDB-RR) do governo após a divulgação de gravações a mostrá-lo em aparente conspiração contra a Operação Lava Jato, o presidente interino Michel Temer reuniu no Palácio do Jaburu alguns aliados. Entre eles, outro investigado, o ministro do Turismo, Henrique Alves. Temer quis saber se não era melhor ele deixar o cargo antes de virar alvo de um bombardeio político e midiático. Alves deu de ombros. Seria “irrelevante” o que existe contra ele. 
         Não é a opinião do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, responsável por investigar perante o Supremo Tribunal Federal (STF) políticos detentores de foro privilegiado. Para Janot, há “indícios bastante seguros” da participação de Alves na corrupção descoberta pela Lava Jato.
        A expressão foi usada por Janot em um pedido enviado no início de maio ao STF, no qual ele requer a ampliação da lista de investigados daquele que, pela quantidade de políticos incluídos, é o maior inquérito da Lava Jato, o 3.989, aberto em março de 2015. O ministro do Turismo é um dos citados entre aqueles contra os quais existem “indícios bastante seguros”. 
         Ex-deputado, Alves é ligado ao deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a ponto de ter passado o bastão a ele tanto na liderança do PMDB na Câmara, em 2013, quanto no comando da Câmara, em 2015. Por causa do vínculo, o ministro é citado em outro inquérito recém-aberto pelo STF.
Fonte: Carta Capital / Política ( Maio de 2016 )

sábado, 28 de maio de 2016

" O Ninho das Araras despertou!"

Imagens de uma grande noite de festa, adesão, e enorme participação popular, marcaram a inauguração no Comitê da Vitória, o comitê do PCdoB, o Comitê de Thiaguinho Cavalcante.









quarta-feira, 25 de maio de 2016

Qual será o nome do forasteiro na eleição 2016??






O DINARTE DINIZ, nome do FORASTEIRO nos 557 e poucos processos em 2012 (confira a lista aqui) contra o mesmo.

Em 2012: seu nome nome de DINIZ, estratégia de marqueteiros muito bem pagos, e campanha não condizente com a realidade de carnaubais, chegou por cima com o apoio de seus parentes Flávio Veras e Vieira, resultado de tudo isso: PERDEU.

Em 2015 (eleição suplementar): Seu nome foi DINARTE, estratégia de esquecer o nome da derrota em 2012, na grande esperança de ganhar de Júnior Benevides, pois se tratava de um candidato fraco, não deu outra, PERDEU.

Agora em 2016: Fica a dúvida, qual será seu nome dessa vez para evitar sua rejeição a falta de apoio dos parentes e de um endereço na cidade de Carnaubais?

Observação: De todas essas eleições o nome que não mudou e que popularizou-se entre a população carnaubaense, foi a de FORASTEIRO.

Inauguração da Sede do PCdoB é Sexta (27/05)

   O PCdoB inaugura às 19:30h nessa sexta-feira (27) a sua sede, sob a 
organização do advogado Mário Luiz, atual presidente do partido. 
   A sede do PCdoB fica localizada na Avenida Abel Alberto da Fonseca, 
nº355, no Centro de Carnaubais em frente à praça. 
  O evento contará com a participação de do Vereador Thiago Cavalcante, 
partidos aliados (PSC, PMB, PPS, PTdoB e PV), movimentos sociais (UJS,
 MST e CPP's), lideranças locais e toda a sociedade civil
  O ato contará com a filiação de novos militantes do PCdoB, apresentação 
do partido, ações do partido no município, pronunciamentos importantes e 
outras surpresas. 

Venha participar!!!

Horário: 19:30h
Data: 27/05/216 (nessa sexta)
Local: Avenida Abel Alberto, nº 355, em frente a praça santa luzia no 
centro de carnaubais

ONU anuncia estratégia para combater pobreza em áreas rurais do Nordeste

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), agência da ONU especializada em desenvolvimento rural, lançou ontem (24) em Brasília uma estratégia para auxiliar o governo brasileiro na luta contra a pobreza no campo. A Fida vai expandir sua atuação no Brasil e investir em dois projetos com foco na expansão da agricultura familiar na região Nordeste.
As áreas escolhidas foram as regiões de transição para a Floresta Amazônica, no Maranhão, e a de Mata Atlântica, em Pernambuco. Os dois novos projetos estão atualmente em fase de elaboração. O projeto no Maranhão deve ser aprovado até o fim de 2016 e o de Pernambuco em 2017.
A estratégia do fundo se baseia em estudos da Fida e do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea).
Pobreza
Os estudos indicam que a pobreza e a extrema pobreza são maiores nas áreas rurais do Brasil e destacam o papel da agricultura familiar na redução da extrema pobreza nessas regiões.
O estudo Perfil da pobreza: Norte e Nordeste rurais lembra que, conforme os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), a diminuição do número de pobres no país entre 2004 e 2013 caiu de 20% para 9% da população e a porcentagem de pessoas extremamente pobres passou de 7% para 4%.
Os números são atribuídos à expansão do mercado de trabalho e aos programas de transferências de renda, em especial o Bolsa Família. Mesmo com a queda, o país segue com mais de 18 milhões de pobres. 
Os números também mostram que essa redução estagnou nos últimos anos. Entre 2012 e 2013 a extrema pobreza aumentou ligeiramente e a pobreza ficou estável, fatos atribuídos a deterioração do mercado de trabalho e a situação fiscal que o país enfrenta e que impacta o gasto social.
O estudo informou ainda que, ao mesmo tempo em que a pobreza diminuiu, muitos aspectos continuaram iguais, como a distribuição geográfica da pobreza, que continua concentrada no Norte e no Nordeste, e que, em todas as regiões, as áreas rurais são as mais pobres.
FIDA
A FIDA financia projetos que objetivam a promoção da agricultura familiar, o aumento da capacidade produtiva e a geração de renda dos pequenos agricultores, além de facilitar o acesso dessas pessoas a serviços como financiamento rural e assistência técnica, com destaque para tecnologias sustentáveis.
De acordo com o Fundo, o Brasil apresenta a maior carteira de operações financiadas pelo FIDA na América Latina e no Caribe. Desde 1980, foram financiados 11 projetos de desenvolvimento rural no país.

Há seis projetos em operação atualmente nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte, beneficiando mais de 250 mil famílias. Esses projetos somam um investimento total de US$ 452.9 milhões, sendo US$ 164,2 financiados pelo FIDA, US$ 212.4 milhões de governos estaduais e federal e US$ 76.3 milhões financiados pelas famílias beneficiadas.


Maiana Diniz, Agência Brasil, 

terça-feira, 24 de maio de 2016

Aúdio do Senador Romero Jucá (PMDB) e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, tramando para abafar a Lava Jato.


 Em diálogos gravados em março passado, o ministro do Planejamento, senador licenciado Romero Jucá (PMDB-RR) sugeriu ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que uma "mudança" no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" representada pela Operação Lava Jato, que investiga ambos.
  Segundo reportagem de Rubens Valente, as conversas, que estão em poder da PGR (Procuradoria-Geral da República), ocorreram semanas antes da votação na Câmara que desencadeou o impeachment da presidente Dilma Rousseff.


LEIA TRECHOS DOS DIÁLOGOS
Data das conversas não foi especificada

SÉRGIO MACHADO - Mas viu, Romero, então eu acho a situação gravíssima.

ROMERO JUCÁ - Eu ontem fui muito claro. [...] Eu só acho o seguinte: com Dilma não dá, com a situação que está. Não adianta esse projeto de mandar o Lula para cá ser ministro, para tocar um gabinete, isso termina por jogar no chão a expectativa da economia. Porque se o Lula entrar, ele vai falar para a CUT, para o MST, é só quem ouve ele mais, quem dá algum crédito, o resto ninguém dá mais credito a ele para porra nenhuma. Concorda comigo? O Lula vai reunir ali com os setores empresariais?

MACHADO - Agora, ele acordou a militância do PT.

JUCÁ - Sim.

MACHADO - Aquele pessoal que resistiu acordou e vai dar merda.

JUCÁ - Eu acho que...

MACHADO - Tem que ter um impeachment.

JUCÁ - Tem que ter impeachment. Não tem saída.

MACHADO - E quem segurar, segura.

JUCÁ - Foi boa a conversa mas vamos ter outras pela frente.

MACHADO - Acontece o seguinte, objetivamente falando, com o negócio que o Supremo fez [autorizou prisões logo após decisões de segunda instância], vai todo mundo delatar.

JUCÁ - Exatamente, e vai sobrar muito. O Marcelo e a Odebrecht vão fazer.

MACHADO - Odebrecht vai fazer.

JUCÁ - Seletiva, mas vai fazer.

MACHADO - Queiroz [Galvão] não sei se vai fazer ou não. A Camargo [Corrêa] vai fazer ou não. Eu estou muito preocupado porque eu acho que... O Janot [procurador-geral da República] está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho.

[...]

JUCÁ - Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. [...] Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra... Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria.

[...]

MACHADO - Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel [Temer].

JUCÁ - Só o Renan [Calheiros] que está contra essa porra. 'Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha'. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, porra.

MACHADO - É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.

JUCÁ - Com o Supremo, com tudo.

MACHADO - Com tudo, aí parava tudo.

JUCÁ - É. Delimitava onde está, pronto.

[...]

MACHADO - O Renan [Calheiros] é totalmente 'voador'. Ele ainda não compreendeu que a saída dele é o Michel e o Eduardo. Na hora que cassar o Eduardo, que ele tem ódio, o próximo alvo, principal, é ele. Então quanto mais vida, sobrevida, tiver o Eduardo, melhor pra ele. Ele não compreendeu isso não.

JUCÁ - Tem que ser um boi de piranha, pegar um cara, e a gente passar e resolver, chegar do outro lado da margem.

*

MACHADO - A situação é grave. Porque, Romero, eles querem pegar todos os políticos. É que aquele documento que foi dado...

JUCÁ - Acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com...

MACHADO - Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já.

JUCÁ - Caiu. Todos eles. Aloysio [Nunes, senador], [o hoje ministro José] Serra, Aécio [Neves, senador].

MACHADO - Caiu a ficha. Tasso [Jereissati] também caiu?

JUCÁ - Também. Todo mundo na bandeja para ser comido.

[...]

MACHADO - O primeiro a ser comido vai ser o Aécio.

JUCÁ - Todos, porra. E vão pegando e vão...

MACHADO - [Sussurrando] O que que a gente fez junto, Romero, naquela eleição, para eleger os deputados, para ele ser presidente da Câmara? [Mudando de assunto] Amigo, eu preciso da sua inteligência.

JUCÁ - Não, veja, eu estou a disposição, você sabe disso. Veja a hora que você quer falar.

MACHADO - Porque se a gente não tiver saída... Porque não tem muito tempo.

JUCÁ - Não, o tempo é emergencial.

MACHADO - É emergencial, então preciso ter uma conversa emergencial com vocês.

JUCÁ - Vá atrás. Eu acho que a gente não pode juntar todo mundo para conversar, viu? [...] Eu acho que você deve procurar o [ex-senador do PMDB José] Sarney, deve falar com o Renan, depois que você falar com os dois, colhe as coisas todas, e aí vamos falar nós dois do que você achou e o que eles ponderaram pra gente conversar.

MACHADO - Acha que não pode ter reunião a três?

JUCÁ - Não pode. Isso de ficar juntando para combinar coisa que não tem nada a ver. Os caras já enxergam outra coisa que não é... Depois a gente conversa os três sem você.

MACHADO - Eu acho o seguinte: se não houver uma solução a curto prazo, o nosso risco é grande.

*

MACHADO - É aquilo que você diz, o Aécio não ganha porra nenhuma...

JUCÁ - Não, esquece. Nenhum político desse tradicional ganha eleição, não.

MACHADO - O Aécio, rapaz... O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB...

JUCÁ - É, a gente viveu tudo.

*

JUCÁ - [Em voz baixa] Conversei ontem com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem 'ó, só tem condições de [inaudível] sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa, os caras querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca'. Entendeu? Então... Estou conversando com os generais, comandantes militares. Está tudo tranquilo, os caras dizem que vão garantir. Estão monitorando o MST, não sei o quê, para não perturbar.

MACHADO - Eu acho o seguinte, a saída [para Dilma] é ou licença ou renúncia. A licença é mais suave. O Michel forma um governo de união nacional, faz um grande acordo, protege o Lula, protege todo mundo. Esse país volta à calma, ninguém aguenta mais. Essa cagada desses procuradores de São Paulo ajudou muito. [referência possível ao pedido de prisão de Lula pelo Ministério Público de SP e à condução coercitiva ele para depor no caso da Lava jato]

JUCÁ - Os caras fizeram para poder inviabilizar ele de ir para um ministério. Agora vira obstrução da Justiça, não está deixando o cara, entendeu? Foi um ato violento...

MACHADO -...E burro [...] Tem que ter uma paz, um...

JUCÁ - Eu acho que tem que ter um pacto.

[...]

MACHADO - Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém.

JUCÁ - Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara... Burocrata da... Ex-ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].

Número de títulos novos cresce em Carnaubais e jovens devem ser o diferencial nas próximas eleições

Nos últimos anos o número de eleitores aptos a votarem no município de Carnaubais tem sido inconstante, uma vez que em 2012 o município possuía 8.933 eleitores aptos, anos depois o município passou por uma biometria e revisão eleitoral e esse número caiu drasticamente, e nas últimas eleições complementares, 7.569 estavam aptos a votarem.

Pois bem, no último dia 04 de maio, foi o último de para o eleitor que queira votar nas eleições do dia 02 de outubro deste ano, regularizar sua situação, realizar a transferência ou alistamento, encerrado o prazo o município de Carnaubais possui hoje aproximadamente 8.500 eleitores aptos, podendo ainda sofrer uma pequena alteração.

Quem esteve no Cartório Eleitoral nos últimos meses percebeu a quantidade de títulos novos sendo feitos, o que com certeza impulsionou o número de eleitores para superar o patamar de 8 mil eleitores. Do ponto de vista político e social, é notório o crescimento do interesse pela política dos jovens de hoje, especialmente devido ao efervescente debate nacional, bem como pelo interesse de maior participação desse segmento na política local.

O fato é que este importante segmento tem crescido e deve ser um diferencial na decisão do dia 02 de outubro, além do crescimento em número, este setor tem sido um verdadeiro formador de opinião, influenciando inclusive pais e familiares, assumindo um papel protagonista que além de votar, muitos também almejam serem votados, como, por exemplo, em nosso município que já possui uma pré-candidatura de um jovem que possui muita identificação com este segmento que é a do Vereador Thiago Cavalcante, bem como surgem diversas pré-candidaturas de jovens na busca de um mandato de vereador.
 

segunda-feira, 23 de maio de 2016

INFORMATIVO PCdoB DE CARNAUBAIS.

Bandeirapcdobgarota 2012913172850
       O Partido comunista do Brasil - PCdoB, abrirá a sua sede na próxima sexta-feira 27, os dirigentes, militantes, simpatizante, partidos aliados e população em geral estão sendo  convidados a se fazerem presentes.
          A sede esta localizada na Av. Abel Alberto da Fonseca no Centro de nossa cidade.

PALMEIRAS DO PACHECO O CAMPEÃO DA COPA ALEX


              Ontem a tarde (22)  foi marcado por grande decisão da 12ª Copa Alex Souza, sagrando-se campeã a equipe do Palmeiras do Pacheco, ao empatar em 1 á 1 com a equipe do Entroncamento e vencer nas penalidades.
              O blog parabeniza a vereador Dito por manter a tradição do evento contribuindo com o esporte carnaubaense.  

CURIOSIDADES!!!

SURGIMENTO DO COOPERATIVISMO:

            O Cooperativismo é uma doutrina que considera as cooperativas como forma ideal de organização da humanidade, baseado na democracia, participação, direitos e deveres iguais para todos, sem discriminação de qualquer natureza, para todos os sócios.
          O cooperativismo como conhecemos hoje, tem suas origens na Revolução Industrial ocorrida na Inglaterra do século 18, época em que a mão-de-obra perdeu grande poder de troca. Os baixos salários e a longa jornada de trabalho trouxeram muitas dificuldades socioeconômicas para a população. Diante desta crise surgiram, entre a classe operária, lideranças que criaram associações de caráter assistencial, no entanto, a experiência não teve resultado positivo.
            A partir dessa experiência inicial os trabalhadores buscaram novas formas de superar as dificuldades que assolavam a população frente ao severo capitalismo que avançava a cada dia. Surgiu então, a idéia de criar uma organização formal chamada de cooperativa, onde regras, normas e princípios próprios seriam praticados com o intuito de respeitar os valores do ser humano.
           Baseados nesse pensamento, 28 operários, em sua maioria tecelões, se reuniram para avaliar suas idéias. Respeitaram seus costumes, tradições e estabeleceram normas e metas para a organização de uma cooperativa. Após um ano de trabalho, acumularam um capital de 28 libras e conseguiram abrir as portas de um pequeno armazém cooperativo, em 21 de dezembro de 1844, no bairro de Rochdale-Manchester (Inglaterra).
            Nascia a Sociedade dos Probos de Rochdale, conhecida como a primeira cooperativa moderna do mundo. Ela criou os princípios morais e a conduta que são considerados, até hoje, a base do cooperativismo autêntico. Em 1848 já eram 140 membros e doze anos depois chegou a 3.450 sócios com um capital de 152 mil libras.

Fonte: Portal Baiano das Cooperativas 

O FORASTEIRO NADA ACRESCENTOU DE BOM PARA CARNAUBAIS!



                O Forasteiro que chegou ao município de Carnaubais no ano de 2012, com o discurso fantasioso de mudança não conseguiu enganar o povo sábio de Carnaubais perdendo duas vezes consecutiva, aliás, ele o Forasteiro, Dinarte, Diniz até o momento não conseguiu nada de bom pra Carnaubais, podendo algumas pessoas fazer a seguinte afirmação: “mas ele ainda não ganhou não mostrou pra que veio!”, realmente não ganhou, mas um cidadão preocupado com as causas públicas que se diz ter influência a nível estadual ele batalha recursos para o seu município independente de ser prefeito ou não, um exemplo nato de um líder preocupado com Carnaubais é do ex-prefeito LUIZINHO CAVALCANTE, que mesmo quando não exercia o cargo de prefeito nos anos de 2005 à 2008 não media esforços com sua influência a nível estadual, conseguindo duplicação da avenida Francisco Jorge dos Santos, cheques reformas, moradias e entre outros benefícios para a nossa querida Carnaubais.      

THIAGUINHO E SEU MANDATO DE VEREADOR ATUANTE.


 



O pré-candidato a prefeito Thiaguinho (PCdoB) muito tem a contribuir com Carnaubais ingressou na politica aos 16 anos filiando-se no partido comunista do Brasil, levantando a bandeira da UJS (União da Juventude Socialista), onde por duas vezes foi o vice-presidente estadual da UJS, em 2012 foi reconhecido pelo povo Carnaubaense dando-lhe uma oportunidade para atuar na câmara municipal, o mesmo está retribuindo a população com muito trabalho e determinação, em seu mandato de vereador implantou o projeto de lei que beneficiou a juventude, o CARNAUBAIS DIGITAL, acesso livre a internet em praças e escolas, O vereador atuante trouxe para carnaubais junto ao SINDIPETRO-RN (Sindicato do Petroleiros) o programa de alfabetização MOVA BRASIL criando três turmas de jovens e adultos na cidade, Thiaguinho (PCdoB) foi reconhecido pelo instituto Tiradentes recebendo por duas vezes o colar de ouro (vereador mais atuante) alternando com  o vereador Keide Soares (PSD). Atualmente o vereador luta com os professores para que o prefeito respeite os servidores da educação quanto ao piso previsto na lei.   

domingo, 22 de maio de 2016

Boa Iniciativa!

Esta semana nos dias 28 e 29 acontecerá na escola Alcides Wanderley em Carnaubais, o I Carnaubais Game Show (CGS). Todas as novidades em Games, desafios, dança e muito mais. Participe!

Uma IMAGEM vale mais que MIL palavras.

Resultado de imagem para foto do vereador keide e thiago cavalcante carnaubais

Pra iniciar a Semana!

O líder do governo Dilma na Câmara, o deputado José Guimarães (PT-CE) afirmou a imprensa que a gestão Temer (PMDB) tem um "problema" porque "diz uma coisa de manhã, volta atrás à tarde e recua de novo à noite".
"É um governo que não mantém posições, quer dizer, age conforme a pressão. E agora, naturalmente, vão começar as pressões pelos ministérios das mulheres e do MDA [Desenvolvimento Agrário]. Um governo não pode ficar assim. Quando decidir alguma coisa, decide. Isso mostra que o governo interino tem dificuldades políticas de governar", declarou Guimarães."
Fonte:G1

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Atenção: Demutran passará à aplicar multas em Assu.

A partir do dia 01 de junho de 2016 o Demutran, órgão responsável por fiscalizar o trânsito de Assu, passará a notificar e aplicar multas sobre infrações cometidas por condutores de veículos. Portadores de deficiência e idosós devem fazer o cadastro para poder estacionar nas vagas especiais. O demutran fica no beco da antiga prefeitura de Assu. Portanto deve-se ter atenção em respeitar as leis do trânsito para  a segurança de todos e do bolso.

terça-feira, 17 de maio de 2016

A falta de diálogo do Prefeito Júnior Benevides


Um líder de qualquer segmento que seja, precisa dialogar com os seus liderados, seja ele líder religioso, comunitário, familiar ou político, sendo impossível um Pai ou uma Mãe liderar uma família sem conversar com seu companheiro ou companheira, filhos e demais; caso contrário como poderia um pastor liderar o seu rebanho sem dialogar com o seu povo, pois bem, o líder político não é diferente.

A falta de diálogo é um, dentre vários outros motivos que afastam o Prefeito Júnior Benevides de ser uma liderança e de conquistar a admiração e respeito da maioria da população carnaubaense. O prefeito tem dado inúmeros exemplos da sua fuga do diálogo, sendo assim no ano passado e nesse ano com os servidores públicos, ressaltando que nesse ano o “Não” foi dado através de ofício, foi assim com o PCdoB, demais partidos e com o ex-prefeito Luizinho, foi assim também com a comissão da segurança liderada por Luciano Moura, está sendo assim com a grande maioria da população que o procura na prefeitura e dificilmente consegue ter uma conversa digna com o Prefeito que por sinal mal tem aparecido na Prefeitura.

A falta de diálogo além de ser um desrespeito com o povo e os segmentos sociais, demonstra uma enorme fraqueza e dificuldade de encarar os problemas e os contraditórios de frente, sendo a maneira mais fácil e covarde de evitar problemas. Desta forma, os problemas apenas se acumulam em Carnaubais que possui um prefeito que evita conversar e encontrar soluções em conjunto, apelando para cortes insensíveis e impensados, como, por exemplo, na educação e no transporte dos estudantes. O prefeito evita ainda o diálogo com servidores que estão em atraso nos seus salários, bem como com aqueles que são demitidos, e quando conversa com alguém, é na base da ameaça e da perseguição, demonstrando toda sua incompetência e comprovando que não pode ser o presente e nem o futuro que os carnaubaenses merecem.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Dificuldade e Crise duas palavras que marcam a gestão Junior Benevides!

                          

O prefeito Bené podendo tentar buscar soluções pra sair dessa tal de "dificuldade" e "crise" que tanto ele fala, usando como desculpa para a população, vive de passeios sem conseguir nada de bom para a cidade, aparecendo uma vez por semana apenas para transmitir pessimismo, e administrar que é bom nada, levando nossa cidade ao retrocesso!







PV DE CARNAUBAIS DECIDE DAR APOIO A PRÉ CANDIDATURA DE THIAGO CAVALCANTE PC do B
Após o rompimento com o Governo Municipal no dia 1º de Abril,o PV de Carnaubais ficou no campo de oposição dialogando com a forças existentes,e fomos procurados pelo DEM,começamos um diálogo com a possibilidade de indicarmos o Vice Prefeito na sua chapa que seria o Pastor Eliel (PV) sendo que fomos lesados e enganados e não se concretizando o apoio ao grupo de Dinarte Diniz, em seguida iniciamos um diálogo com o grupo liderado por Maristela Martins PTN e Levany Avelino PRB onde tivemos varias reuniões no intuito de criarmos um novo grupo lançando uma nova chapa em uma quarta via e pensando também na chapa proporcional,mais também sem sucesso a principio seria com o PV,PTN,PRB ,PSD e SDD mais uma vez sem se chegar a um consenso, passamos a dialogar com o Pc do B,depois de uma ampla avaliação e consulta dento do partido e do grupo que tem o PV hoje e aos familiares,chegamos a um entendimento e tomar a decisão de apoiar a pré candidatura de Thiago Cavalcante do PC do B no pleito eleitoral de 2016, acreditando que se eleitos faremos uma grande administração juntos buscando sempre o melhor para o povo de Carnaubais e rogando a Deus que derrame suas bençãos ao nosso povo.
Atenciosamente
Luciano Moura
Presidente do PV Caranaubais

sábado, 14 de maio de 2016

Avança Carnaubais!


Beirando completar 53 anos de emancipação politica (18/SET), a "Terra dos Verdes Carnaubais " ainda anseia por inúmeras mudanças e inovações em seu território. Basta olharmos para as cidades circunvizinhas, nossas irmãs do vale do Assu, e ver que apesar das significativas mudanças que já ocorreram em nossa terra, ainda ha muito o que ser feito em comparação com nossas vizinhas. Basta um rápido olhar, para perceber a falta de elementos "triviais" que contribuem para o avanço de uma cidade, e que estão em falta em nosso torrão. Os nossos munícipes anseiam por um agencia bancaria, um estádio de futebol, empresas que ofereçam uma maior oferta de emprego, ações culturais mais constantes e efetivas, um cinema.... São vários os elementos que podem advir de ações conjuntas entre governo e iniciativa privada, e que farão de nossa terra um lugar cada vez melhor de se viver!.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Participem da seção pra ver atuação dos Vereadores


 Toda quinta-feira ás 19:30h

 Venha conferir o debate, as propostas e as leis municipais discutidas e aprovadas pelos vereadores na Câmara Municipal de Carnaubais.

Abertura do impeachment de Dilma passa no Senado

 

  Vinte e quatro anos depois do impeachment de Fernando Collor de Melo, o Brasil vive um novo afastamento de presidente da República. Agora, no entanto, o clima é de golpe institucional, uma vez que nem deputados, nem senadores conseguiram convencer que Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade, mas mesmo assim, aprovaram seu afastamento do Palácio do Planalto. Em sessão iniciada nesta quarta-feira (11) e que terminou às 6h34 desta quinta (12), 55 senadores foram favoráveis à abertura do processo contra a petista e 22 foram contrários. 

 

  Agora, Dilma será afastada por até 180 dias, enquanto os senadores julgarão o mérito das chamadas “pedaladas fiscais” e dos decretos de crédito orçamentários, supostos crimes cometidos por ela, segundo a ação que originou o afastamento da presidenta.

  Para a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), fica cada vez mais claro que o que se estabelece é um golpe institucional. “Lamento participar deste dia, que é um dos mais tristes da democracia brasileira. Estamos diante de um golpe de uma maioria que se formou no Congresso por discordar desse projeto de país representado por Dilma. Eles querem voltar a privilegiar o capital em detrimento das pessoas e, por isso, se voltaram contra a presidenta”, afirma.

   O primeiro secretário do Senado, senador Vicentinho Alves (PR-TO), já levará na manhã desta quinta-feira, ao Palácio do Planalto, a notificação da decisão do Senado. A própria presidenta deverá receber o documento. O parlamentar levará também uma notificação, comunicando ao vice-presidente Michel Temer que ele será o governante em exercício. Só então Temer assumirá o cargo.
De acordo com Vanessa Grazziotin, a expectativa é que na próxima fase – onde se analisará o mérito das denúncias contra Dilma – o jogo vire. “Quando nos debruçarmos sobre o mérito, tenho esperança que isso mude, pois está cada vez mais claro que Dilma não cometeu crime de responsabilidade. E não podemos usar o instrumento do impeachment para tirar um presidente só porque tem baixa popularidade. Isso se resolve nas urnas.”

   Desde que chegou ao Senado, Vanessa Grazziotin vem denunciando a origem do processo e suas ilegalidades. A peça, assinada por Janaína Paschoal, Miguel Reali Júnior e Hélio Bicudo, foi feita sob encomenda do PSDB – mesmo partido que pegou a relatoria do impeachment naquela Casa e que, portanto, não teria a isenção necessária para relatar o caso. Ainda assim, a parlamentar foi voto vencido e tal qual aconteceu na Câmara, o impasse político prevaleceu e o impeachment passou.

   “Diferentemente de 1992, que a denúncia veio da sociedade brasileira, esta veio da sede nacional de um partido e custou R$ 45 mil. Não bastasse isso, quem denuncia é quem relata o processo", lembra a senadora, referindo-se à advogada Janaína Paschoal, que assumiu no Senado ter sido contratada pelo PSDB para redigir o impedimento de Dilma.
 

Governo Temer

  Temer não deve esperar um minuto além do necessário para assumir o tão sonhado cargo. Nos últimos meses, o vice mostrou a que veio e consolidou a estratégia golpista para tirar Dilma do poder.

  No entanto, ele não deve ter facilidades em seu governo provisório. Parlamentares aliados de Dilma anunciaram na quarta-feira estratégia de oposição ao governo do peemedebista. A ideia é fazer obstrução política na pauta da Câmara até que o Plenário decida pela cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afastado do cargo de presidente da Câmara e do mandato de deputado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na última quinta-feira (5).

  Na avaliação da 1ª vice-líder do PCdoB e presidente nacional da legenda, deputada Luciana Santos (PE), o avanço do processo de impeachment de Dilma é uma “aberração” e um passo para o fim de programas sociais. Segundo ela, os partidos da base aliada aos governos do PT começarão a mobilizar as ruas a partir desta quinta-feira (12) para “resgatar a agenda das urnas”.

 

Fonte: PCdoB na Câmara, por Christiane Peres 

quarta-feira, 11 de maio de 2016

O PCdoB, Agricultores e Técnicos definiram estratégias para Agricultura de Carnaubais

   Aconteceu ontem (10) na Câmara Municipal de Carnaubais o inicio do debate para traçar estratégias e metas para o desenvolvimento da  Agricultura de Carnaubais.

  A reunião foi conduzida pelo Presidente do PCdoB de carnaubais, Dr. Mário Cavalcante e o vereador pré-candidato a Prefeito Dr. Thiago Cavalcante. Thiago Cavalcante também contribui para o debate por ter o conhecimento de técnico da EMATER.

  O evento tinha como público alvo os agricultores, técnicos, empresários e ambientalistas do município interessados no desenvolvimento da agricultura local. Contribuíram para o debate os técnicos agrícola Kenedy Macedo, Pedro, pré-candidato a vereador Nenem de Sérgio líder do PSC, o psicultor Francimar, o líder do MST Júnior, o pré-candidato a vereador Lulu Carneiro e o professor Ademar Menezes representando a Coopefac, a Engenheira Ambientalista Mardja Luma, os pré-candidatos a vereador Nicolau Cavalcante, Patrícia Santiago líder da UJS, o estudante Rhanffley Cortês, os empresários Lincoln e Ronyberto Cavalcante.

Na ocasião foram discutidos os problemas e dificuldades  encontrados pelos agricultores carnaubaenses, apresentou-se possíveis soluções com exemplos de sucesso de várias agricultores, comunidades e assentamentos do nordeste e da nossa região.


Foi discutido o potencial que a região pode ter com a agricultura, fabricação de polpas, sucos e doces, criação de peixes, abelhas, bovinos e caprinos. Além de olhar como atender as demandas locais, regionais, nacionais e internacionais.

O lançamento está próximo!