domingo, 19 de março de 2017

A VOZ DE OURO DO BRASIL A NOSSA CONTERRÂNEA NÚBIA LAFAYETE

Resultado de imagem para foto de nubia lafayette

NUBIA LAFAYETTE, natural de Carnaubais-RN e foi registrada no Cartório Judiciário do Assu, nasceu a 21 de janeiro de 1937, Batizada como Idenilde Bezerra de Araújo, aos três anos de idade foi morar no Rio de Janeiro com sua avó materna. Aos oito, já se apresentava no programa “Clube do Guri”, da extinta TV Tupi. Com o apoio de Joel de Almeida, Diretor da Polidor, hoje Universal Music, a cantora gravou o primeiro disco, em 78 rpm, em 1959, com o nome de Nilde Araújo, pelo selo Polidor, com as músicas: “Sou eu” (Valdir Machado e Rubens Machado) e “Vai de vez” (de autoria do potiguar Paulo Tito em parceria com Ricardo Galeno). Adelino Moreira viu Núbia cantando na boate Cave e percebeu que ela seria a intérprete ideal para suas canções. o nome artístico, segundo Núbia, foi ela quem escolheu: “Núbia” para homenagear uma prima e Lafayete “ porque era nome francês, e estava na moda as músicas francesas.

A Carreira musical de Núbia Lafayette notabilizou-se na década de 1960. Em 1976, classificou-se, em segundo lugar, no Festival da Canção, na Colômbia, com a música “A VIDA TEM DESSAS COISAS”, de César Sampaio. Ganhou vários trofeus-Buzina de ouro do saudoso apresentador Chacrinha, Airton Perdigueiro e Roquete Pinto.

Na década de 1990, fez várias apresentações em Natal. Em 2004 se apresentou em sua cidade Caranaubais, onde foi homenageada pela Câmara municipal e em seguida realizou na praça Santa Luzia um grande Show para os seus conterrâneos de toda Pátria Varziana. Os maiores sucessos de Núbia são as músicas Devolvi, Seria tão diferente, Razão e Casa e Comida, Solidão, Fracasso e Mate-me Depressa.

No dia 3 de novembro de 2007 foi realizado o Primeiro Tributo a Núbia Lafayette. No palco se revezaram quatro artistas da região do Vale do Assu: Lourdinha Martins, Paizinha Domingos, Jácio Oliveira e Danginha. Depois a cantora Elisabete assumiu o comando do Show e para fechar a noite o potiguar João Batista, que participou do programa Fama da Rede Globo de Televisão, também entoou alguns sucessos de Núbia. O show foi realizado pelo complexo Educacional Luiza Cavalcante.

Núbia continuou a participar em programas especiais e apresentações esporádicas até ao fim da sua vida. Morava em Maricá, no litoral do estado do Rio de Janeiro. A cantora sofreu um AVC hemorrágico no dia 10 de Março de 2007, tendo ficado internada 10 dias. No dia 25 de Maio do mesmo ano voltou a ser internada no Hospital de Clínicas Niterói devido a complicações. Faleceu aos 70 anos de idade.

Hoje em Canaubais, lembramos o nome da Voz de Ouro do Rádio Brsileiro, em sua homenagem o conjunto residencial Núbia Lafayete.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O lançamento está próximo!